Home / Observatório Capital / Jornal Correio Braziliense destaca estudo feito pelo gabinete do deputado Wasny de Roure

Jornal Correio Braziliense destaca estudo feito pelo gabinete do deputado Wasny de Roure

Fundo Constitucional do DF será R$ 106 milhões superior ao previsto em lei União deve repassar para o DF no próximo ano R$ 12,8 bilhões

Os repasses do Fundo Constitucional usados para o pagamento dos salários da segurança pública devem ser maiores do que o inicialmente estimado pelo governo. A Secretaria do Tesouro Nacional divulgou ontem estatísticas fiscais do primeiro semestre de 2016 e, com base nesses dados, a estimativa é que o montante do fundo para 2017 seja R$ 106 milhões superior ao previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias do GDF. De acordo com os números divulgados ontem pelo Ministério da Fazenda, a União deve repassar para o DF no próximo ano R$ 12,8 bilhões. A revisão da estimativa para cima ocorre em um momento de cobrança por reajustes para os servidores das corporações, especialmente da Polícia Civil.

O levantamento sobre o Fundo Constitucional para 2017 foi realizado pelo gabinete do deputado distrital Wasny de Roure (PT), a partir dos valores da receita corrente líquida da União. Os recursos desse fundo, repassado pelo governo federal, são usados para pagar integralmente a folha da segurança pública, além de parte dos salários da saúde e da educação. A diferença, nesses dois casos, é paga com dinheiro do GDF. “O Fundo Constitucional terá R$ 106 milhões acima do valor estimado inicialmente pelo governo. Com isso, o GDF terá de decidir como fará a destinação desses recursos: se usará para negociar com a segurança pública ou se vai destinar ao pagamento de salários da saúde e da educação, reduzindo, dessa forma, o impacto sobre o tesouro local”, explica Wasny.

A Secretaria de Fazenda informou que não recebeu oficialmente os dados do governo federal, mas está ciente da publicação das informações relativas à receita corrente líquida da União. A pasta deve receber os balanços do governo federal nos próximos dias. A Polícia Civil do DF pleiteia isonomia com a Polícia Federal. Há um acordo da PF com o governo federal para o aumento, em três parcelas, que chega a 37%. Levantamentos preliminares indicam que, caso o Palácio do Buriti atenda o pleito da Polícia Civil, o impacto na folha de pagamento do GDF seria de R$ 735 milhões por ano no terceiro ano do acordo.

Helena Mader

Correio Braziliense – 29/07/2016 06:08 / atualizado em 29/07/2016 08:12

Publicidade de Exemplo

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*